Le -
modifié le -

Paroles "Todo dia é dia D" - Gilberto Gil

Desde que saí de casa
Trouxe a viagem de volta
Gravada na minha mão
Enterrada no umbigo
Dentro e fora assim comigo
Minha própria condução
Todo dia é dia dela
Pode não ser, pode ser
Abro a porta e a janela
Todo dia é dia D

Há urubus no telhado
E a carne seca é servida
Escorpião encravado
Na sua própria ferida
Não escapa, só escapo
Pela porta da saída
Todo dia é mesmo dia
De amar-te, de a morte morrer
Todo dia é mais dia, menos dia
É dia é dia D

Lyrics © Warner/Chappell Music, Inc.

ANTONIO ALVES, ANTONIO CARLOS PINTO ALVES, TORQUATO NETO, TORQUATO PEREIRA DE ARAUJO NETO